Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Portugal à Lupa

Há 13 anos a calcorrear o País como jornalista, percebi há muito que não valorizamos, como devíamos, o que é nosso. Este é um espaço que valoriza Portugal e o melhor que somos enquanto Povo.

Portugal à Lupa

Há 13 anos a calcorrear o País como jornalista, percebi há muito que não valorizamos, como devíamos, o que é nosso. Este é um espaço que valoriza Portugal e o melhor que somos enquanto Povo.

Bruxelas considera Fogaça de Santa Maria da Feira IGP

Portugal-2012-238_web-lrg.jpg

 A Comissão Europeia incluiu a Fogaça de Santa Maria da Feira na lista de produtos com denominação "Indicação Geográfica Protegida" (IGP). O pão doce é confecionado há mais de 500 anos na sequência de uma promessa feita ao Mártir S. Sebastião para que livrasse o concelho de Santa Maria da Feira do surto de peste que estava a matar a população. A Fogaça da Feira, descrita como um "pão doce com aroma e sabor de limão e canela", tem a sua origem no século XVI, como pagamento de uma promessa na região de Santa Maria da Feira por causa de um surto de peste. O doce inspirado nas quatro torres do castelo feirense deu, ainda, origem à Festa das Fogaceiras que se realiza, anualmente, a 20 de janeiro, dia do feriado municipal. É agora IGP. E é nosso.

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.