Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Portugal à Lupa

Há 13 anos a calcorrear o País como jornalista, percebi há muito que não valorizamos, como devíamos, o que é nosso. Este é um espaço que valoriza Portugal e o melhor que somos enquanto Povo.

Portugal à Lupa

Há 13 anos a calcorrear o País como jornalista, percebi há muito que não valorizamos, como devíamos, o que é nosso. Este é um espaço que valoriza Portugal e o melhor que somos enquanto Povo.

Já conhece a nova manteiga da Terra Nostra?

medium_o_1b19rfv99qn6ltp11mdk4o15k4a.pngA Terra Nostra acaba de lançar uma nova manteiga que, segundo a marca, é feita com leite de vacas felizes que vivem ao ar livre e comem erva fresca 365 dias por ano.

 

«Uma manteiga pura, com apenas natas de leite de vacas felizes, sal e nada mais. Fonte natural de vitamina A, contribui para uma boa visão e normal funcionamento do sistema imunitário», afirma a marca em comunicado.


A nova manteiga apresenta-se depois do lançamento do primeiro Leite de Pastagem Terra Nostra, revelando toda a gama de lacticínios (queijo, leite e manteiga), assente no Programa Leite de Vacas Felizes, com pastagem 365 dias.

 

Arcos de Valdevez: exposição de rochas e minerais para ver até dezembro

A pensar no público escolar, mas também no público em geral, a Biblioteca Municipal de Arcos de Valdevez tem em exibição desde março, uma vasta coleção de Minerais e Rochas que reúne mais de três centenas e meia de exemplares, alguns muito raros e outros de rara beleza.

 

rochas_minerais8.jpg

 

Os exemplares pertencem a dois colecionadores: José da Silva Ferreira e Taciano Rodrigues Lages, que motivados pelo interesse e dos visitantes, continuam a incluir novos exemplares na coleção. 

 

Organizada de uma forma didática, a exposição pretende captar a atenção dos alunos e demais visitantes e exibir de uma firma direta e clara a incrível variedade do mundo mineral. Entre outras curiosidades destacam-se uma bala vulcânica, obsidianas, vários exemplares de fósseis dos quais várias trilobites, pedras parideiras, ágatas, ametistas e múltiplos e variegados cristais. 

 

A exposição poderá ser visitada até 31 dezembro 2016. 

Imprensa Nacional-Casa da Moeda apresenta moeda sobre o Lince Ibérico

A Imprensa Nacional-Casa da Moeda (INCM) inaugura uma série de moedas de coleção com a apresentação, na terça-feira, em Mértola, no Baixo Alentejo, de uma moeda dedicada ao Lince Ibérico, anunciou a instituição.

 

lince-iberico.png

 

A moeda, da autoria do escultor Luís Valadares, é apresentada às 14:00, no Cineteatro Marques Duque, em Mértola, juntamente com o livro infanto-juvenil "Sou o Lince Ibérico", de Maria João Freitas, texto, e ilustrações de Tiago e Nadia Albuquerque, uma edição INCM que faz parte do programa educacional do Museu Casa da Moeda.

 

Tanto a moeda como o livro possuem uma vertente solidária, contribuindo com parte da receita para o Fundo Ambiental do Fundo para a Conservação da Natureza e da Biodiversidade, gerido atualmente pelo Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF), segundo a mesma fonte.

 

A nova série de moedas de coleção intitula-se "Espécies Ameaçadas", com o intuito de promover o conhecimento e a conservação das espécies em perigo da fauna e flora nacionais, segundo a mesma fonte.

Açores: Termas das Caldeiras da Ribeira Grande reabrem em dezembro

As termas das Caldeiras da Ribeira Grande, nos Açores, fechadas há vários anos, vão reabrir ao público em dezembro pelas mãos da uma empresária da ilha Terceira que venceu o concurso público lançado pelo município.

 

1024px-Termas_da_Ribeira_Grande,_parte_do_conjunto

 

Já no próximo mês será aberto ao público, na sua plenitude, com tratamentos termais muito à base do chamado ‘spa’”, afirmou, em declarações à agência Lusa, o presidente do município, Alexandre Gaudêncio, apontando 8 de dezembro como a data da reabertura do espaço, que coloca de novo o concelho no mapa do turismo termal.

 

As termas da Ribeira Grande, também conhecidos por banhos da Coroa, começaram a ser utilizadas no século XVII para cura de doenças, registando-se uma crescente procura no século seguinte em virtude das propriedades curativas das águas vulcânicas.

 

Após anos de encerramento, o atual executivo municipal avançou com obras de recuperação do imóvel, datado de 1811, antes de lançar um concurso público para concessão da infraestrutura, tendo como preço-base 250 euros mensais, o que ocorreu em fevereiro último.

 

Alexandre Gaudêncio adiantou que a concessionária das termas é uma empresária natural da ilha Terceira, mas residente e com atividade comercial na ilha São Miguel.

Fundão: aldeia do Alcaide recebe Festival do Cogumelo

Realiza-se entre os dias 18 e 20 de novembro, na aldeia do Alcaide, concelho do Fundão, o Míscaros – Festival do Cogumelo, numa iniciativa da Liga dos Amigos do Alcaide, da Câmara Municipal do Fundão e da Junta de Freguesia do Alcaide.

 

cogumelo.jpg

 

Neste festival os visitantes poderão aproveitar os passeios micológicos e a natureza envolvente da Serra da Gardunha, degustar diferentes formas de confeção de cogumelos nas tasquinhas típicas especialmente preparadas pelos habitantes da aldeia e aproveitar para saborear outras especialidades da região.

 

Este é um evento único pois sob o pretexto do lazer e animação, concentrados em três dias, na sua verdadeira essência procura evidenciar o património paisagístico, cultural e ambiental do Alcaide e de toda a Serra da Gardunha.

 

Os Míscaros – Festival do Cogumelo é também um evento com marcada responsabilidade ecológica e social.

 

Do programa da oitava edição o destaque vai para a gastronomia micológica regional, os live cookings com os chefs Mário Rui Ramos, Joe Best, Duarte Batista, Miguel Gameiro, os passeios micológicos, a animação de rua, as tasquinhas, o mega almoço, o artesanato, os ateliers de palmo e meio e o espaço para crianças Miscolândia.

Vinhos portugueses promovem-se na Alemanha

A promoção dos Vinhos de Portugal estará focada em novembro no mercado prioritário alemão.

 

 

vinho-tacas-.jpg

 

Com o objetivo de reforçar o conhecimento e a notoriedade dos vinhos portugueses neste mercado, a ViniPortugal associa-se ao evento Campus Hamburgo no dia 14 de novembro e a par organiza o primeiro Wines of Portugal Weekend Munique, de 18 a 21 de novembro. 

 

O Campus Hamburgo terá lugar no dia 14 de novembro, em Hamburgo, e contemplará uma forte vertente educacional. Este evento incluirá diferentes workshops e seminários dos Vinhos de Portugal, designadamente uma prova limitada a 15 produtores.

 

O evento Wines of Portugal Weekend em Munique será promovido pela primeira vez pela ViniPortugal, de 18 a 21 de Novembro. Lançado com um jantar aberto a consumidores, na sexta-feira dia 18, seguido por uma ação promocional de vinhos nacionais num roteiro de lojas na cidade de Munique, durante o sábado, dia 19, e finalizado por uma prova clássica de vinhos, exclusiva para profissionais na segunda-feira seguinte, 21 de novembro.

 

Todos os consumidores e apreciadores de vinho da região de Munique serão convidados a participar no jantar harmonizado com vinhos portugueses, conduzido pelo jornalista David Schwarzwalder, no dia 18 de novembro.

 

A ação de promoção no retalho será realizada no dia 19 de novembro e envolverá cerca de 9 garrafeiras localizadas no centro de Munique, que organizarão momentos especiais, sob o tema Vinhos de Portugal.

 

O programa inclui provas comentadas, harmonizações com petiscos portugueses, seminários, entre outras iniciativas. Para promover a participação do público e a distribuição pelas lojas aderentes, serão desenhados roteiros pelos diferentes espaços, sendo os consumidores desafiados a seguir o roteiro.

                                       

O evento Wines of Portugal Weekend em Munique encerrará no dia 21 de novembro, com uma prova clássica de vinhos para 150 profissionais.

"A Doçaria Portuguesa - Norte" em livro

A Câmara Municipal de Arcos de Valdevez apoiou a edição do primeiro volume da coleção “A Doçaria Portuguesa”.

 

 

Bolo de Discos 2 - Cópia.jpg

 

Este trata-se do 1.º volume do maior inventário de doces portugueses contemporâneos, com textos explicativos, fotografias, e contactos dos produtores.

 

O presente volume, Norte, retrata as atuais especialidades doceiras de cada concelho nortenho, num total de mais de 150 doces, com um rigoroso estudo bibliográfico que acompanha a informação recolhida in loco, tendo Arcos de Valdevez marcado presença neste volume a Doçaria Central, com os “Charutos de Ovos” e os “Rebuçados dos Arcos”, e a doceira Rosa Maria, com o “Bolo de Discos”.

 

De referir ainda que a coleção A Doçaria Portuguesa, composta por cinco volumes, visa facultar ao público o mais abrangente inventário da doçaria portuguesa contemporânea.

charutos_002 - Cópia.jpg

 

A investigação é desenvolvida por Cristina Castro, responsável pelo projeto No Ponto (noponto.pt), em parceria com uma equipa multidisciplinar e com a orientação do gastrónomo Virgílio Nogueiro Gomes e da historiadora Isabel Fernandes.

 

Com este apoio a autarquia de Arcos de Valdevez pretende promover a doçaria tradicional arcuense e dar mais um contributo para o desenvolvimento do turismo e do comércio locais.

Projeto EMER-N vai dar apoio ao empreendedorismo no Norte

A UTAD é uma das entidades envolvidas neste projeto que visa implementar um programa de apoio ao empreendedorismo em meio rural.

 

significado-conceito-empreendedorismo.jpg

 

Foi aprovado recentemente o projeto “EMER-N: Empreendedorismo em Meio Rural na Região Norte”, uma iniciativa que visa a implementação de um programa de apoio ao empreendedorismo, adaptado aos condicionalismos e particularidades do meio rural com a finalidade de criar uma envolvente positiva, de suporte ao aparecimento e crescimento das empresas e do emprego na Região Norte.

 

Este projeto terá intervenção nos 85 municípios da região Norte, focando-se nos objetivos do reforço da competitividade das PMEs, a valorização e promoção das economias locais, a revitalização do conhecimento e dos saberes locais e regionais e contribuir para fixar a população local. O projeto irá incluir atividades de apoio, assim como ações de promoção e comunicação que visam ajudar os empreendedores da região em causa.

 

São 15 os beneficiários deste projeto, sendo a UTAD um destes a par da Associação Centro de Incubação de Base Tecnológica do Minho, do Instituto Empresarial do Tâmega, dos Institutos Politécnicos de Bragança e de Viana e 10 Associações de Desenvolvimento Local: ADER-SOUSA, ATAHCA, ADRAT, ADRITEM, ADRIMINHO, ADRIMAG, DESTEQUE, DOLMEN, DOURO SUPERIOR e CORANE.

 

A estes juntaram-se, como parceiros, oito Associações Supramunicipais CIM Douro, CIM Terras de Trás-os-Montes, CIM Alto Tâmega, CIM Ave, CIM Alto Minho, CIM Tâmega e Sousa e a Área Metropolitana do Porto.

 

O EMER-N é um projeto financiado pelo NORTE2020 através do FEDER e arrancou no início de setembro. Com um custo total elegível de quase 2 milhões de euros, conta com um apoio de cerca de 1,7 milhões de euros da parte da União Europeia. Os potenciais interessados poderão inscrever-se gratuitamente em www.emern.pt.

Quinzena Gastronómica da Aguardente DOC Lourinhã de 10 a 20 de novembro

A Aguardente DOC Lourinhã é a única aguardente do País produzida em Região Demarcada, a qual só encontra paralelo a nível europeu nas aguardentes francesas das regiões do “Cognac” e do “Armagnac”.

 

 

post-002-adega.png

 

Com o objetivo de promover e valorizar este produto de excelência, a Câmara Municipal da Lourinhã organiza anualmente a Quinzena Gastronómica da Aguardente DOC Lourinhã, que inclui um conjunto de iniciativas que convidam os palatos mais requintados a descobrir a Aguardente associada à gastronomia.

 

Fernando Oliveira, vice-presidente da Câmara Municipal da Lourinhã, acrescenta: “no âmbito da promoção do concelho e do que melhor se faz na região, a autarquia tem vindo a apostar em várias iniciativas dirigidas não só à população local mas que sejam também motivo de atração de visitantes de outros pontos do País. A Quinzena Gastronómica da Aguardente DOC Lourinhã, que já vai na quinta edição e que este ano se realiza de 10 a 20 de novembro, é um desses eventos e esperamos que seja novamente um sucesso".

 

A 5ª Quinzena Gastronómica Aguardente DOC Lourinhã conta com a participação de 14 estabelecimentos que irão apresentar pratos inovadores como Bife de Crocodilo com redução de Aguardente DOC Lourinhã, Acompanhado de Arroz de Manjericão e Legumes Braseados em Anis; Bife da Vazia com Molho de Pimenta e Aguardente DOC Lourinhã; Caldeirada Regada com Aguardente DOC Lourinhã; Crepe de Aguardente DOC Lourinhã guarnecido com Frango Indonesiano aromatizado com Aguardente DOC Lourinhã; Pizza de Gambas Flambeadas com Aguardente DOC Lourinhã, entre muitos outros.