Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Portugal à Lupa

Há 13 anos a calcorrear o País como jornalista, percebi há muito que não valorizamos, como devíamos, o que é nosso. Este é um espaço que valoriza Portugal e o melhor que somos enquanto Povo.

Portugal à Lupa

Há 13 anos a calcorrear o País como jornalista, percebi há muito que não valorizamos, como devíamos, o que é nosso. Este é um espaço que valoriza Portugal e o melhor que somos enquanto Povo.

Vimeiro recria Mercado Oitocentista

De 15 a 17 de julho, o Vimeiro, no concelho da Lourinhã, vai viajar até ao século XIX através da iniciativa “Recriação Histórica & Mercado Oitocentista”.

bv21agosto1808-4.png

 

Durante três dias, quem passar pelo Vimeiro poderá assistir a várias atuações de teatro de rua, participar em workshops e visitas guiadas, entre muitas outras atividades.

 

No Mercado Oitocentista os visitantes irão relembrar ou ficar a conhecer os vários ofícios da época como a carpintaria, forja, lavagem de lã, moagem do trigo e tosquia de ovelhas.

 

As ruas do Vimeiro vão também encher-se de muita cor e animação, com um grupo de animadores que irá representar diferentes personagens da época, como o Rei e a Rainha, fidalgos, infantes e bobos da Corte.

 

Alguns dos momentos mais esperados são a encenação da Ceia Real, a realizar na sexta-feira, dia 15, às 20H30 no recinto do Mercado Oitocentista; as recriações históricas da Batalha do Vimeiro “O Assalto à Igreja” no dia 16 às 21H30 e a “O Campo de Batalha” no dia 17 às 12H00.

 

A entrada é gratuita.

 

A Batalha do Vimeiro foi travada no dia 21 de agosto de 1808 entre o Exército Francês, comandado por Junot, e o Exército Anglo-Luso, sob o comando de Sir Arthur Wellesley, futuro Duque de Wellington. Uma batalha decisiva que colocou fim à Primeira Invasão Francesa. Junot perdeu cerca de 2000 homens, entre mortos, feridos e prisioneiros e o exército anglo-luso cerca de 700.