Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Portugal à Lupa

Há 13 anos a calcorrear o País como jornalista, percebi há muito que não valorizamos, como devíamos, o que é nosso. Este é um espaço que valoriza Portugal e o melhor que somos enquanto Povo.

Portugal à Lupa

Há 13 anos a calcorrear o País como jornalista, percebi há muito que não valorizamos, como devíamos, o que é nosso. Este é um espaço que valoriza Portugal e o melhor que somos enquanto Povo.

Projeto vai reabilitar muralhas de Monsaraz

A última zona de muralhas a precisar de intervenção urgente na vila medieval de Monsaraz, no concelho de Reguengos de Monsaraz, vai ser requalificada, num projeto de 1,36 milhões de euros que vai criar um percurso pedonal inovador.

Fortificações_da_Vila_de_Monsaraz.jpg

 

Este troço «é o último a necessitar de intervenção urgente» e, com as obras, a vila fica com «60 ou 70% da envolvente adequada à circulação pedonal, usufruindo da paisagem exterior», realçou à agência Lusa José Calixto, presidente da Câmara de Reguengos de Monsaraz, no distrito de Évora.

 

Nos últimos anos, continuou o autarca, foi feito o tratamento de várias secções de muralha que, «devido à circulação de pessoas e de viaturas, tinham que ser intervencionadas com muito mais urgência».

 

O projeto candidatado pelo município ao programa operacional regional Alentejo 2020, para a requalificação desta parte das muralhas de Monsaraz e a reabilitação do Caminho da Barbacã, já foi aprovado e o procedimento para a empreitada de execução das obras deve ser lançado «ainda durante este mês», explicou o autarca.

 

A intervenção, que José Calixto gostaria que arrancasse no prazo de "«seis meses, se tudo correr bem» com o concurso público, implica 1,36 milhões de euros de investimento, dos quais 75% financiados pelo Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER).

 

As obras vão permitir finalizar a recuperação estrutural das muralhas e criar um percurso pedestre «inovador», de acordo com o autarca, porque vai abranger o interior e o exterior do castelo, junto à Barbacã, com ligação ao Centro Interativo da História Judaica em Monsaraz.

 

As fortificações de Monsaraz estão classificadas como Monumento Nacional desde 1946, tendo sido aumentada a sua abrangência em 1971 a todo o conjunto medieval intramuros da vila.