Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Portugal à Lupa

Há 13 anos a calcorrear o País como jornalista, percebi há muito que não valorizamos, como devíamos, o que é nosso. Este é um espaço que valoriza Portugal e o melhor que somos enquanto Povo.

Portugal à Lupa

Há 13 anos a calcorrear o País como jornalista, percebi há muito que não valorizamos, como devíamos, o que é nosso. Este é um espaço que valoriza Portugal e o melhor que somos enquanto Povo.

Paris expõe faiança portuguesa

A Galeria Mendes, em Paris, expõe, desde 24 de novembro, uma mostra sobre cerâmica portuguesa no século XVII, para festejar a entrada do quadro de Josefa de Óbidos, no mesmo dia, no Louvre.

 

18715.jpg

 

«Um quadro da Josefa de Óbidos vai integrar as coleções permanentes do Museu do Louvre», disse à agência Lusa o galerista Philippe Mendes, que doou a tela ao museu.

 

«É um evento importante para a cultura portuguesa e, para a assinalar, festejar e dar eco a este evento, decidimos, aqui na galeria, preparar uma exposição sobre a cerâmica portuguesa do século XVII», salientou. 

 

A exposição, patente até 30 de janeiro, tem por nome 'Un siècle en blanc et bleu - Les arts du feu dans le Portugal du XVIIe siècle' ('Um século a branco e azul - As artes do fogo em Portugal no século XVII') e é uma parceria entre Philippe Mendes, proprietário da Galeria Mendes, e Mário Roque, da galeria São Roque, em Lisboa, pretendendo mostrar um pouco da "alma portuguesa". 

 

A mostra tem também como objetivo fazer conhecer a faiança portuguesa da primeira metade do século XVII, quando o fascínio dos oleiros portugueses pelas porcelanas chinesas, que chegavam a Lisboa nas naus do Oriente, os levou a imitar a porcelana oriental e a criar as primeiras "chinoiseries" na Europa, rapidamente exportadas para o resto do continente.

Comentar:

CorretorEmoji

Notificações de respostas serão enviadas por e-mail.