Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Portugal à Lupa

Há 13 anos a calcorrear o País como jornalista, percebi há muito que não valorizamos, como devíamos, o que é nosso. Este é um espaço que valoriza Portugal e o melhor que somos enquanto Povo.

Portugal à Lupa

Há 13 anos a calcorrear o País como jornalista, percebi há muito que não valorizamos, como devíamos, o que é nosso. Este é um espaço que valoriza Portugal e o melhor que somos enquanto Povo.

Já há uma confraria gastronómica dedicada à Carne Cachena

Arcos de Valdevez possui um produto local de qualidade e referência, a Carne Cachena, com identidade própria, denominação de origem protegida e reconhecida pela União Europeia.

 

confraria_gastronomica_carne_cachena7.jpg

 

Foi neste sentido que o Município de Arcos de Valdevez, a Cooperativa Agrícola de Arcos de Valdevez e Ponte da Barca, CRL, a Associação dos criadores da Raça Cachena, a Federação Portuguesa das Confrarias Gastronómicas, a Escola Superior Agrária do Instituto Politécnico de Viana do Castelo e o PEC Nordeste, celebraram a 16 de março, no Centro Municipal de Informação e Turismo, um protocolo de parceria com vista à constituição da Confraria Gastronómica da Carne Cachena.

 

Esta confraria, sem fins lucrativos e de duração ilimitada, terá por objeto a valorização, divulgação e promoção da gastronomia tradicional da “Carne Cachena”, produto emblemático,  com uma forte ligação cultural, social e económica ao território e às populações.

 

Esta entidade vai ser um forte dinamizador da gastronomia para valorizar e promover a Carne Cachena, através da preservação da autenticidade da gastronomia local; estimulação da aposta na diferenciação, através da capacitação, qualificação e inovação dos produtores, restauração e agentes económicos; incentivo à revitalização da cadeia produtiva, desde a produção à comercialização dos produtos locais, contribuindo para a dinamização da economia local; da promoção de mostras, encontros e concursos de gastronomia da carne Cachena; e promover a participação e realização de mostras, convívios, ciclos de gastronomia, provas de degustação, concursos, qualificação e outras iniciativas de caráter social, formativo, promocional e cultural da gastronomia tradicional, dos produtos locais e da carne cachena.