Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Portugal à Lupa

Há 13 anos a calcorrear o País como jornalista, percebi há muito que não valorizamos, como devíamos, o que é nosso. Este é um espaço que valoriza Portugal e o melhor que somos enquanto Povo.

Portugal à Lupa

Há 13 anos a calcorrear o País como jornalista, percebi há muito que não valorizamos, como devíamos, o que é nosso. Este é um espaço que valoriza Portugal e o melhor que somos enquanto Povo.

FAO candidata Barroso a património paisagístico

Montalegre (Visita - Delegação FAO).jpg

 

Uma delegação da FAO (Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura) visitou vários locais do concelho de Montalegre.

 

Os elementos da instituição estiveram em contacto com vários agentes locais. A ideia é candidatar a região de Barroso ao programa "A importância mundial do património agrícola" que está a ser desenvolvido pela instituição.

 

A cultura, a paisagem e a gastronomia locais são a base do processo. Se tal suceder, é a primeira região na Europa a obter tal reconhecimento.

 

A fim de salvaguardar e apoiar os sistemas mundiais do património agrícola, em 2002 a FAO iniciou o programa Globally Important Agricultural Heritage systems (GIAHS) - A importância mundial do património agrícola.

 

São potenciais candidatos, sistemas e paisagens agrícolas específicos que foram criados, moldados e mantidos ao longo de várias gerações de agricultores e pastores com base nos diversos recursos naturais e utilizando práticas locais.

 

Segundo os especialistas, o Barroso apresenta todas as condições para a apresentação de uma candidatura.

 

O processo envolve várias entidades: a Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD), a Universidade do Minho (UM), a Associação de Desenvolvimento do Alto Tâmega (ADRAT) e a Direção Regional de Agricultura (DRA).

Comentar:

CorretorEmoji

Notificações de respostas serão enviadas por e-mail.