Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Portugal à Lupa

Há 13 anos a calcorrear o País como jornalista, percebi há muito que não valorizamos, como devíamos, o que é nosso. Este é um espaço que valoriza Portugal e o melhor que somos enquanto Povo.

Portugal à Lupa

Há 13 anos a calcorrear o País como jornalista, percebi há muito que não valorizamos, como devíamos, o que é nosso. Este é um espaço que valoriza Portugal e o melhor que somos enquanto Povo.

Exposição de arte alusiva ao Vinho do Porto no IVDP

Doce, poderoso, intimista, popular. As esculturas de Luís Mendonça contam o universo do Vinho do Porto de um modo que interpela e sugere, seduz e surpreende. Para fruir na sede do Instituto dos Vinhos do Douro e do Porto (IVDP), no Porto, de 17 de janeiro a 17 de fevereiro de 2017.

caves-vinho-do-porto-taylors-1132x509.jpg

 

As esculturas-viagem pelo universo do Vinho do Porto de Luís Mendonça, ilustrador, designer, professor universitário e editor, resultam de um trabalho de design em torno da marca Poças Júnior, empresa centenária, familiar e historicamente participante na construção do legado artístico que integra a longa história do Vinho do Porto e que contribuiu para o seu prestígio, no passado, como na atualidade.

 

Numa abordagem que vai muito para além do exercício ao serviço do consumo, as  trinta e três esculturas de Luís Mendonça requerem tempo, valorizam, fomentam uma relação com o público e remetem para a sofisticação. Incluem o respeito pelo património material e simbólico que envolve o Vinho do Porto, mas acrescentam, somam perspetivas, criam e expressam caminhos emotivos, sugerem transformações no hábito social da bebida, novos contextos, lugares e momentos de fruição. Informam e divertem.

 

Na companhia de textos de Emílio Remelhe, autor, artista plástico e professor universitário, as garrafas-escultura ampliam a carga semântica, o poder simbólico e o forte valor histórico, social, económico e cultural deste ícone nacional. São objetos e palavras que convivem e provocam, num festim de sentidos em torno de um Porto que “salva amores” (Boia/LifeCling), “indicado para todo o tipo de incêndios” (Extintor/ExtingWisher) e boa companhia “pela noite dentro, pela noite fora” (Full Fill).

 

A entrada na exposição é gratuita.