Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Portugal à Lupa

Há 13 anos a calcorrear o País como jornalista, percebi há muito que não valorizamos, como devíamos, o que é nosso. Este é um espaço que valoriza Portugal e o melhor que somos enquanto Povo.

Portugal à Lupa

Há 13 anos a calcorrear o País como jornalista, percebi há muito que não valorizamos, como devíamos, o que é nosso. Este é um espaço que valoriza Portugal e o melhor que somos enquanto Povo.

Choco à prova em Setúbal

Receitas tradicionais do choco e outras mais inovadoras são servidas em restaurantes de Setúbal a partir deste fim de semana num certame gastronómico que inclui uma sessão de cozinha ao vivo no último dia, 6 de novembro, na Casa da Baía.

 

o.jpg

 

Frito, grelhado com ou sem tinta e feijoada. Estas são apenas algumas das formas como o molusco é apresentado na carta dos vinte restaurantes da cidade que integram o Festival do Choco de Setúbal 2016, promovido pela Câmara Municipal.

 

A quinzena gastronómica começa este sábado em estabelecimentos como Antóniu’s, Baluarte da Avenida, Cantinho dos Petiscos, Casa do Mar, Convés, Copa d´Ouro, Estuário do Sado, Ferribote, Mar Azul, Novo 10 e Tasca Kefish.

 

Fazem também parte da iniciativa os restaurantes O Manuel, Rebarca, Verde e Branco, Ribeirinha do Sado, Rius Vip, Saveiro, Solar do Marques II, Taberna Típica O Pescador e Tasca Xico da Cana.

 

No último dia do certame, 6 de novembro, o chef Fernando Cruz, do restaurante Solar do Marquês, dinamiza o live cooking “Choco Bom Não Sobra”, na Casa da Baía, com a confeção de receitas criativas, degustadas depois pelo público.

 

Os interessados em participar nesta sessão de cozinha ao vivo, com um custo de seis euros, devem inscrever-se até ao 3 de novembro, presencialmente na Casa da Baía, pelo telefone 265 545 010 ou no endereço gatur@mun-setubal.pt.

 

O Festival do Choco de Setúbal, com o apoio das empresas Lallemand e Makro, é um dos eventos gastronómicos dinamizados pela autarquia ao longo do ano com o objetivo de promover os produtos da região e de apoiar a dinamização da restauração local.