Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Portugal à Lupa

Há 13 anos a calcorrear o País como jornalista, percebi há muito que não valorizamos, como devíamos, o que é nosso. Este é um espaço que valoriza Portugal e o melhor que somos enquanto Povo.

Portugal à Lupa

Há 13 anos a calcorrear o País como jornalista, percebi há muito que não valorizamos, como devíamos, o que é nosso. Este é um espaço que valoriza Portugal e o melhor que somos enquanto Povo.

Açores: Casa Vitorino Nemésio recebe dois mil turistas por ano

A casa onde nasceu, há 115 anos, Vitorino Nemésio, na Praia da Vitória, nos Açores, conta agora a vida e obra do escritor, num museu que recebe todos os anos cerca de 2.000 turistas.

 

img_818x455$2015_02_19_15_25_39_436304.jpg

 

Aberta desde 2007, a Casa Vitorino Nemésio é um dos pontos de paragem obrigatória para os turistas que se recordam do programa televisivo 'Se bem me lembro' ou que já leram o 'Mau Tempo no Canal'.

 

Para Tibério Dinis, vereador da Câmara Municipal da Praia da Vitória, a memória do escritor é um dos atrativos turísticos da cidade e até quem chega à ilha Terceira sem saber que Vitorino Nemésio era açoriano acaba por procurar o museu, quando se apercebe que dá nome à escola secundária ou à estrada que liga as duas cidades da ilha.

 

«Nas ações promocionais do município da Praia da Vitória, quer na Bolsa de Turismo de Lisboa, quer na Feira do Livro de Lisboa, são muitas as pessoas que vêm ter connosco que conhecem a obra de Vitorino Nemésio e têm o desejo de visitar a Praia da Vitória», salientou, em declarações à Lusa.

 

Os conhecedores da obra do escritor representam um segmento pequeno, mas uma grande parte dos portugueses conhece Vitorino Nemésio da televisão.