Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Portugal à Lupa

Há 13 anos a calcorrear o País como jornalista, percebi há muito que não valorizamos, como devíamos, o que é nosso. Este é um espaço que valoriza Portugal e o melhor que somos enquanto Povo.

Portugal à Lupa

Há 13 anos a calcorrear o País como jornalista, percebi há muito que não valorizamos, como devíamos, o que é nosso. Este é um espaço que valoriza Portugal e o melhor que somos enquanto Povo.

Marcas do setor do turismo em debate na Madeira

A XI Conferência Anual do Turismo terá lugar este ano no Centro de Congressos do Casino da Madeira, a 12 de maio.

 

madeira.jpg

 

O evento é organizado pela Delegação Regional da Ordem dos Economistas, que se propõe a debater a importância e o papel das “Marcas” no setor do Turismo.

 

O programa conta com oradores de reconhecida notoriedade e está dividido em três painéis: "A construção de uma marca", "Marcas no turismo" e "A evolução das marcas”.

 

Para André Barreto, Presidente da Delegação Regional da Madeira da Ordem dos Economistas, este «é um dos maiores encontros anuais do setor no país e o maior da região. Este ano estamos a contar com cerca de mil convidados, mas é importante que as pessoas se inscrevam atempadamente porque, para presenças desta ordem, há toda uma logística que tem que ser assegurada com antecedência».

 

Nomes como Pedro Celeste (Universidade Católica Portuguesa), Fabíola Pereira (Hotéis Porto Bay), Hélder Pombinho (Youg & Rubicam), David Martinez (Penha Longa Ritz Carlton) ou Carlos Coelho (Ivity), entre outros, prometem animar a assistência e elevar o conhecimento sobre um tema atual, que nem sempre tem merecido a devida atenção dos responsáveis pela comunicação das marcas.

Na edição do ano passado, que contou com 900 participantes e a presença de oradores de renome, o tema central em debate foram “Pessoas”, tendo sido dado enfâse ao seu papel na construção de um produto turístico único, genuíno e autêntico.

 

As inscrições para a XI Conferência já estão abertas e podem ser efetuadas aqui.

Aldeias do Xisto entram no MUDE com peças da “Agricultura Lusitana”

As Aldeias do Xisto descem à capital e entram no MUDE- Museu do Design e da Moda.

 

image010.jpg

 

Três peças do projeto “Agricultura Lusitana” foram selecionadas para integrarem a exposição "Novo Mundo- visões através da bienal ibero-americana de design 2008-2016".

 

Mostrar ao mundo como as Aldeias do Xisto têm vindo a reinventar a cultura dos lugares com as pessoas que neles habitam é um dos objetivos desta iniciativa.

 

Para visitar até 2 de julho no Palácio dos Condes da Calheta, em Belém, Lisboa.